quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Liga da Justiça da América


A Liga da Justiça da América . Grupo que reune os maiores heróis da DC inspirada na Sociedade da Justiça, outra equipe de super-heróis, mas essa criada nos anos 40. Entre seus membros, destacam-se: Superman, Batman, Aquaman, Mulher Maravilha, Lanterna Verde, Flash e Caçador de Marte, também conhecidos como os "Sete Magníficos". Apesar dessa formação ser a mais conhecida, a equipe teve inúmeras formações durante as suas diversas fases, tais como aLiga da Justiça Satélite, a Liga da Justiça Internacional, Liga da Justiça Europa, Liga da Justiça Força-Tarefa eLiga da Justiça Elite.

Há alguns anos, a Warner Bros. criou uma versão em desenho animado do grupo, Liga da Justiça sem Limites, exibido no Brasil pelo Cartoon Network e pelo SBT. Foi muito bem recebido pela crítica e por muitos dos fãs, não só da equipe, mas também leitores de outras editoras.

Era de Prata e de Bronze

Por obterem sucesso ao reintroduzir alguns personagens da Era de Ouro da DC (tais como Joel Ciclone, Lanterna Verde, Pantera, etc), durante a década de 50, a DC Comics pediu ao escritor Gardner Fox para reintroduzir a Sociedade da Justiça da América. Influenciado pela popularidade da National Football League e da Major League Baseball (Liga Nacional de Futebol Americano e Liga Principal de Baseball, em tradução livre), Fox decidiu mudar o nome do grupo para Liga da Justiça América. A equipe estreou em The Brave and the Bold#28, de 1960, e logo tornou-se um dos títulos mais vendidos da editora. Assim como na SJA, o conceito da LJA era basicamente o mesmo: reunir os personagens mais populares da época em uma mesma série.

A Liga da Justiça operava em uma caverna, de localização secreta, na pequena cidade estadunidense de Happy Harbor. O adolescente Snapper Carr juntou-se ao grupo, sendo mascote e também membro da equipe.

Fase Satélite

Devido a necessidade de um novo e seguro quartel-general, em Justice League of America#78, de 1970, o grupo mudou-se para um satélite, que orbitava a Terra. Durante esse período, a formação do grupo limitou-se aos sete principais em conjunto com Arqueiro Verde, Eléktron, Átomo, Gavião Negro, Canário Negro, Vingador Fantasma, Homem-Elástico e Tornado Vermelho. Mais tarde, porém, esse limite foi estendido, permitindo assim que Zatanna e Nuclear entrassem para a equipe.

Fase Detroit

Em 1984, em uma tentativa de emular o maior sucesso da DC na época, os Novos Titãs os editores da empresa decidiram por renovar a formação da equipe, substituindo os antigos membros por integrantes mais jovens.

A nova base, na cidade de Detroit, no estado de Michigan, foi mal vista pelos fãs, que reclamavam da escolha dos membros da equipe, que continha personagens do segundo escalão, como Vixen, Cigana, Gládio e Vibro. Criada por Gerry Conway e Chuck Patton, a equipe foi, inicialmente, liderada por Aquaman e, além dos citados, contava com o Caçador de Marte, Zatanna e Homem-Elástico, mas a maior parte das histórias eram focadas nos membros novatos.

Pouco tempo depois da formação da equipe, os veteranos Aquaman e Homem-Elástico deixaram a equipe. Mesmo com o retorno de Batman à equipe, na edição#250, não foi possível evitar o declínio da série. A última edição, de número 261, escrita por J. M. DeMatteis e desenhada por Luke McDonnell culminou com o assassinato de Vibro e Gládio, pelas mãos do Professor Ivo, na minissérie Lendas

Encarnações modernas

Somente 1 filme foi feito. Aparecendo a Gelo, Flash, , entre outros. Imitou um pouco uma geração dos Power Rangers

Liga da Justiça Internacional

A minissérie Lendas, primeiro grande evento do recém recriado Universo DC (ver Crise nas Infinitas Terras), estrelou a formação de uma equipe destinada a combater o crime, chamada Liga da Justiça. A série, escrita por Keith Giffen e J.M. DeMatteis, com a arte de Kevin Maguire (e mais tarde Adan Hughes), tinha por característica o acentuado tom de humor presente em todas as histórias, mesmo as mais sérias.

A equipe era constituída por personagens que, originalmente, eram de Terras diferentes, na estruturação do Universo DC na sua fase Pré-Crise. A primeira formação incluia Batman, Canário Negro, o Lanterna Verde Guy Gardner, Besouro Azul, Capitão Marvel, Dra Luz, Sr Destino, Capitão Átomo, Fogo, Gelo e dois Sovietes Supremos. A nova abordagem humorística do grupo, mesmo não agradando a todos, provou-se muito popular, mas infelizmente as equipes criativas que se seguiram a dupla Giffen/Matteis não foram capazes de capturar o balanço entre humor e heroismo, resultando em uma baixa na popularidade da série. Esses escritores deram um tom mais sério às histórias, porém, em meados dos anos 90, devido a queda do sucesso comercial da revista, ela própria, assim como as suas séries relacionadas (Liga da Justiça Europa, Justiça Força-Tarefa, etc), foram canceladas.

* * * * * * * * * * * * * * * * *

Abaixo, um texto da Toca do Coelho sobre a LJA Internacional. Lá, inclusive, pode ser baixado várias edições.

Saudades dessa gloriosa fase da liga da justiça, onde como o super homem estava morto, Batman sumido, mulher maravilha reformulada, Hal Jordan fora da terra os roteiristas tinham que se virar em boas historias,foi criado a liga da justiça internacional, uma liga diferente compostas por personagens desconhecidos, que primava pelos bons roteiros, aventuras bem humoradas e pelo sucesso absoluto de vendas tanto que a revista da liga teve 4 revistas (liga da justiça America,liga da justiça internacional,Liga da justiça Europa e liga da justiça task force).

Esse post é especialmente para Tanaka que não conseguia encontrar os posts da liga aqui no blog então coloquei eles todos reunidos em um único post.A idéia de Keith Giffen(roteiro) e Demattios(desenho). A liga era patrocinada pela Onu e tinha sedes em todos os lugares do mundo controlada pelo empresário que só queria saber de grana Maxwell lord, e outros incríveis heróis como: Besouro Azul:um cientista brincalhão que entrou para a liga porque não ia mais pagar impostos, além de promover equipamentos da sua empresa a Kordtronics, Besouro Azul ganhou suas incríveis habilidades físicas extremas, mas é mais conhecido por sua inteligência e bom humor.

Gladiador Dourado: O galinhador...digo Gladiador dourado, na verdade se chama Michael Jon Carter,vindo do futurístico século 25, após bombar na escola e ser expulso de uma liga esportiva, decidiu deixar de ser zelador do museu dos super heróis e voltar no tempo; para isso roubou vários objetos de super heróis do futuro e um anel da legião dos super heróis e partiu para o passado afim de tentar conseguir riqueza, fama e outras coisas nada heróicas; tenta conciliar hoje seu casamento com uma “mulher mais madura” e sua vida de”super herói”.


Fogo:Beatriz da Costa é (Pasmem) uma brasileira, que já foi uma agente secreta do governo brasileiro, ao lado da falecida gelo fez parte da liga da justiça e dos Guardiões globais (vocês lembram deles? Nem eu), após o final da equipe iniciou o lucrativo website fogoardente.com, ela largou tudo e se uniu a equipe para preservar sua boa imagem (que boa imagem?).


Guy Gardner:Guy Gardner era um professor de educação física quando foi chamado para substituir Hal Jordan,após uma briga Guy pegou o anel de Hal(que coisa comprometedora), depois Hal pegou o anel de volta,mas Guy não desistiu e conseguiu arrumar um anel amarelo(de novo essa historia do anel), porem perdeu esse também, e depois voltou a ser lanterna a convite do próprio Hal Jordan(vai entender os casais); Guy Gardner recentemente se formou em Direito(olha a qualidade do ensino hoje em dia), Guy tem uma personalidade digamos amável...(está notando que estou sendo sarcástico não é?

anovatocadocoelho.blogspot.com

* * * * * * * * * * * * *

LJA

As baixas vendas das várias séries relacionadas à Liga da Justiça fizeram com que a DC optasse por renovar a Liga utilizando uma só série para contar as histórias do grupo. Uma nova Liga da Justiça foi formada em 1996, em uma minissérie escrita porMark Waid e Fabian Nicieza, que deu origem à nova série do grupo, em 1997, chamada LJA (JLA, em inglês), escrita por Grant Morrison e desenhada por Howard Potter, sendo arte-finalizada John Dell.

A série seria uma tentativa de uma "volta as origens", utilizando os sete membros originais, ou seus sucessores (como Wally West, o Flash e Kyle Rayner, como Lanterna Verde) como o núcleo do time, que contava também com estreantes como Oráculo, Aço e Homem-Borracha. Além disso, a equipe contava com uma nova base, a chamada Torre de Vigilância um complexo de alta tecnlogia localizado na Lua. Morrison introduziu a idéia de que a Liga, alegoricamente, representaria um panteão de deuses, com suas personalidades e habilidades próprias.

Uma vez que a nova equipe incluia muitos dos mais poderosos heróis da DC, o foco das histórias mudaram. A nova Liga passou a lidar exclusivamente com as maiores ameaças à Terra, as quais só poderiam ser enfrentadas por tal nível de combinação de poderes e habilidades. Entre essas ameaças, inclui-se um exército de invasores alinígenas, uma horda de anjos renegados, uma coalizão de vilões e diversas outras ameaças cósmicas. Além disso, devido ao fato de que quase todos os membros da equipe possuiam suas próprias séries mensais, as histórias da LJA quase sempre eram auto-contidas, com todos os seus capítulos sendo contados na própria série do grupo. Apesar disso, acontecimentos importantes das séries mensais dos membros, tal como a mudança de uniforme de Superman, refletiam na série da equipe.

A nova tentativa funcionou e LJA logo tornou-se um dos títulos mais vendidos da editora, posição essa que a série desfrutou por vários anos. Apesar disso, dessa vez, a editora optou por não criar séries relacionadas, como no passado, utilizando, agora, minisséries e edições especiais, caso desejasse lançar alguma história do grupo fora da série da equipe. A única série relacionada que foi criada, nessa encarnação da série, foi a Liga da Justiça Elite, que é uma seqüência de LJA#100. No entanto, JLE foi uma minissérie de doze edições.

Em 2006 (originalmente em 2005, nos EUA), um arco de histórias, contadas por Geoff Johns e Alan Heinberg, chamado de Crise de Consciência (JLA#115-#119) apresenta o fim da Liga, como resultado da quebra do segredo sobre a manipulação das memórias de vários vilões e do Batman (ver Crise de Identidade). No fim do arco, Superboy Primordial ataca o Caçador de Marte e destrói a Torre de Vigilância, encerrando o título, na edição 125. O que se segue é a nova CRISE INFINITA e a posterior renovação da Liga.

2 comentários:

  1. Eduardo, esse seu blog foi uma surpresa muito legal pra mim. AAMMMOOOO quadrinhos, parabéns. Ah, deixei uma resposta pra ti lá no meu blog.
    Abraço, fica na pazzzzzzz.

    ResponderExcluir
  2. Acervo muito interesante .... meu garoto amou..... parabéns pelo belo trabalho!

    ResponderExcluir